Dois dias em Nova Iorque com Bumba na Fofinha

O PT Post passou dois dias na cidade que nunca dorme com a Bumba na Fofinha, que nos contou um pouco desta que considerou a experiência mais cool de 2019. Lá iniciou um Podcast semanal, o Fuso, constituído por 10 episódios que contam algumas das suas vivências em Nova Iorque. Começando pela saga da procura de casa e dos elevados preços de aluguer de quartos/estúdios, passando pela tormenta do fuso horário (que deu, aliás, o nome ao podcast), pelo frio de rachar, a enorme expectativa quanto à neve, ou ainda pelo grande problema dos sem-abrigo, o Fuso cobre uma multiplicidade de temas. Um formato novo para Mariana Cabral, foi a forma mais adequada que encontrou de manter contacto com os fãs enquanto esteve fora de Portugal. “Tive feedback excelente e diverti-me bastante a fazê-lo“, disse ao PT Post. Quanto a 2020, não fez grandes prognósticos, mas confessou querer “continuar a estoirar as poupanças em viagens” e seguir no seu registo muito próprio de criação de conteúdos. Uma coisa é certa: os mais de 300 000 seguidores nas diferentes plataformas de social media da Bumba na Fofinha irão continuar a crescer

PT Post O que estiveste mesmo a fazer em Nova Iorque?

Bumba na Fofinha Fui a Nova Iorque aprender mais sobre a minha área. Quatro meses não são suficientes para viver tudo o que há para viver lá, mas dá para ter um “gist”, como eles gostam de dizer.

PTP Estiveste pela primeira vez na Big Apple em 2010 quando foste trabalhar na Disney. Nove anos volvidos, notaste diferenças na cidade?

BnF As diferenças estão mais em mim do que na cidade, quando vim cá em 2010 o registo da visita foi mais turístico: Times Square, Empire State, espectáculo da Broadway, etc - e já na altura adorei. Desta vez vim na condição de residente temporária por isso não andei na pressa de varrer os miradouros, mas mais na calma de ir explorando os cafés, galerias, lojinhas e restaurantes por onde ia passando (havendo, claro está, orçamento para tal - porque dá- -me ideia que em 10 anos a cidade ficou BEM mais cara, livra).

PTP Podes dizer-nos algumas coisas de que gostas mais e menos em Nova Iorque?

BnF Gosto da infinita oferta cultural, do facto de quase tudo estar aberto 24h e dos vários parques espalhados pela cidade. O que gosto menos é da pressa sufocante das pessoas, dos ratos nas ruas (são muitos, mais do que o meu coração aguenta) e do constante excitex dos americanos com os seus WOWs e Awesomes em cada frase, que nem sempre parecem verdadeiros

PTP E o frio, que chegou em força mais para o final da tua estadia? Como lidaste com isso?

BnF Bastante mal, Portugal habitua- -nos mal e de repente chega uma frente fria como as daqui e entramos em colapso. Eu sobrevivi à conta de meia dupla em cada pé, cachecol a tapar a cara inteira só deixando os olhos de fora e o mínimo de tempo possível no exterior, claro.

[...]

PTP Por último, podes dar-nos um cheirinho do que vem aí neste novo ano de 2020 que acaba de chegar?

BnF Não gosto de pensar muito mais além (que é aquela desculpa esfarrapada daquelas pessoas não planeiam assim tanto mas fingem que são misteriosas) mas garantido está que continuarei a criar os conteúdos do costume e cada vez mais no Instagram e tenciono, claro, continuar a estoirar as minhas poupanças em viagens. Os restantes planos serão uma surpresa para todos (e para mim também, talvez?)

Dia 1 - Mini-Roteiro EAST VILLAGE

East Village é um bairro de Manhattan, a leste de Greenwich Village e não longe de zonas famosas de Nova Iorque, como Soho, Greenwich Village ou Tribeca. É conhecido pela sua vida cultural variada, com muitos restaurantes e bares tradicionais, salas de música e espetáculos, entre eles comédia, como o Subculture.

“Escolhi esta zona [para viver] porque é das poucas em Nova Iorque em que ainda se sente que é “bairro” e onde as rendas ainda são razoavelmente acessíveis. É um bairro de estudantes, cheio de restaurantes, cafés, parques portanto uma pessoa nunca se aborrece”.

[...]

Curioso por ter acesso à notícia na integra? Contacte-nos através dos meios disponibilizados.

Rita Guerreiro

Fale Connosco!

Heimstr. 3
10965 Berlim | Alemanha

editorial@portugalpost.de

030 555 96 954

Your message has been sent. Thank you!